sábado, 26 de março de 2011

Amnésia



Meu coração anda triste,
Pois sem você ao meu lado ele simplesmente...
Não existe.
Por mais que eu te negue,
E de ti me afaste mais eu sinto...
Saudade.
Quanto mais me esforço,
Para te esquecer, mais a lembrança do teu olhar...
Envolve-me.
Trazendo-me a imagem de teu rosto,
A me olhar sem nenhuma pretensão,
Sei que não posso te querer,
Também sei que não posso te amar,
Não pense que é fácil lidar com esse doce amor...
Doentio.
Onde a melhor maneira para nós dois,
É o distanciamento.
Jeito mais estranho de se querer bem,
Amando sem poder amar,
Desejando sem poder ter,
Nesse caso só me resta apagar-te...
 Da memória.
Elodia

2 comentários:

  1. Apenas mais um verso sobre um amor platônico.

    ResponderExcluir
  2. Aqui vc parece ter descrito meu grande amor ...
    Pois nunca amei ninguém como eu amo agora, mas tenho que manter distância, pois estar com ele representa um grande sofrimento ...
    Eu não sei se ele me ama, como eu o amo, mas não poder confiar nele, mesmo ele dizendo que me ama, mesmo ele dizendo que quer ficar comigo, é uma dor terrível ...
    Eu queria tanto esquecer que ele existe, mas não consigo ..., e vou seguindo só, pois a outro também não consigo me entregar ...

    ResponderExcluir